25/Nov/2020
Quarta-Feira - 25 de Novembro de 2020
(89) 9 9417-4175
(89) 9 9417-4175

Cidadania

Mais de 30 mil piauienses aderiram ao Ficha Limpa

Por: Roberto Carvalho - 09/05/2010

Logomarca do Portal.jpg
No Piauí, mais de 30 mil pessoas subscreveram o projeto que define critérios mais rígidos de inelegibilidade de candidatos a cargos eletivos. Além de 1,7 milhão de assinaturas em todo o país, os organizadores da campanha avaliam que mais de 2 milhões de pessoas tenham participado do movimento através da internet.Segundo Hortência Mendes, coordenadora da Cáritas Brasileira Regional do Piauí, a rejeição inicial do Congresso Nacional à proposta que exige “idoneidade moral e reputação ilibada” como requisitos para a candidatura não prejudicou a Campanha Ficha Limpa, autointitulado movimento cívico apartidário. “Tivemos mais de 30 mil assinaturas no Piauí. Além disso, não tivemos como medir as pessoas que participaram da campanha na internet ou mandaram e-mails e ligaram para os parlamentares para pressioná-los em relação à cotação”, contou. Hortência Nunes afirma não ter dúvidas de que a população brasileira obrigou os parlamentares a votarem o projeto. “Muitos parlamentares mudaram o voto, reviram sua posição por conta da pressão”, afirmou Hortência Nunes. Segundo a coordenadora da Cáritas, não haverá decepção se o projeto não tiver validade para as eleições de 2010. “Nossa campanha era fechar um milhão e trezentas mil assinaturas no grito dos excluídos do ano passado (em setembro) e não conseguimos. O importante é que o povo brasileiro está dizendo não à corrupção e que a lei entre em vigor, mesmo que seja para as próximas eleições”, relatou. Até chegar à votação, o Ficha Limpa passou por processo de debates e sensibilização política, recolhimento de assinaturas em todo o país, entrega ao presidente da Câmara dos Deputados, Michel Temer (PMDB-SP), mobilização das lideranças políticas.
Facebook
Twitter
Horóscopo
Eventos