22/May/2018
Terça-Feira - 22 de Maio de 2018
(89) 9 9417-4175
(89) 9 9417-4175

Policia

Ex-prefeito é preso suspeito de mandar assassinar executor de Emídio Reis; Veja

Por: Roberto - 14/05/2018

4026a88fa121b3bb9a9d7be8a9497f36.jpg

O delegado de Pio IX, Aureliano Barcelos confirmou ao Cidadeverde.com a prisão de três pessoas, entre elas, o ex-prefeito de Vila Nova do Piauí, José Navez da Rocha.

O político é suspeito de participar de um plano de vingança contra a morte do ex-vereador Emídio Reis da Rocha, que foi assassinado em 2013. Zé Navez é primo de Emídio Reis e é apontado na investigação como mandante da chacina de Alagoinha em que três pessoas foram mortas, uma delas Antônio Virgílio, que é considerado um dos executores de Emídio Reis.

O ex-vereador foi morto em fevereiro de 2013 com dois tiros. A vítima foi enterrada viva. O corpo do ex-vereador foi encontrado no matagal próximo à  Pio IX, na região Sul do Piauí.

O delegado Aureliano Barcelos informou que além do ex-prefeito foram presos Wasson da Silva Rocha, primo de Emídio Reis e Edivaldo de Sá, conhecido como “Galego”.

A chacina de Alagoinha

No dia 2 de agosto do ano passado, Antônio Sebastião de Sá, conhecido como Antônio Virgílio, apontado como executor da morte de Emídio Reis, foi morto em sua residência no povoado São João, zona rural de Alagoinha. Entre os mortos estava também a mãe de Antônio Virgílio, Terezinha Francisca de Sá e uma cuidadora Conceição Francisca.

“A mãe e a cuidadora foram mortas possivelmente porque foram testemunhas do crime”, disse o delegado.

Aureliano ressalta ainda que os presos negam participam. A investigação aponta que o ex-prefeito teria pago R$ 10 mil para vingar a morte de Emídio Reis.

Ex-prefeito Zé Navez

As prisões ocorreram em ação conjunta com a Polícia de Fronteiras e Polícia Militar do Piauí.

Na morte de Emídio Reis cinco pessoas foram presas acusadas de envolvimento na morte do ex-vereador de São Julião. O vice-prefeito de São Julião, José Francimar Pereira, o suposto agenciador Joaquim Pereira Neto e os acusados de serem os executores: Antonio Sebastião de Sá, José Gildásio da Silva Brito e Válter Ricardo da Silva.

Cidadeverde

Facebook
Twitter
Horóscopo
Eventos