20/Jul/2018
Sexta-Feira - 20 de Julho de 2018
(89) 9 9417-4175
(89) 9 9417-4175

Policia

Casal é preso com drogas e munição de uso restrito da PM

Por: Roberto - 09/07/2018

PPN-IMG-97de92b4e99939b895bd.jpg

Na tarde desta segunda-feira (09) policiais militares da 2ª Companhia Independente do Promorar, realizaram a apreensão de drogas, armas e em uma casa no bairro Angelim, zona sul de Teresina.

Segundo o Capitão Silas, o casal, identificados como Rafael Feitosa de Oliveira e Luciane, foi abordado quando estava em um veículo Honda City na região do Morro do Boréu, no bairro Angelim.

O comandante explica que após ser abordado, os policiais realizaram uma busca no veículo e encontraram escondidos no painel revólveres um calibre 38 e outro 32; uma grande quantidade de munição de armas calibre 765, .44, .12, 762, e .40 que é de uso exclusivo da Polícia Militar. Ainda no local os policiais encontraram 660g de cocaína, duas balanças de precisão e uma quantia de cerca de R$ 15.000,00 em espécie.

"Quando a viatura deu o sinal para que eles parassem o carro, o motorista já foi desembarcando do veículo e apresentando a documentação do carro e apresentando a habilitação", disse o Capitão Silas.

A polícia encontrou indícios de que a dupla possa fazer parte de uma organização criminosa que atua no roubo de carro-forte e arrombamentos a caixa eletrônicos no Piauí e no Maranhão. Além da munição de grosso calibre foram encontradas notas de alto valor queimadas, que poderiam ter como origem ações criminosas contra instituições bancárias.

"Nosso serviço de inteligência tem feito uma investigação para identificar quem são esses indivíduos que fazem parte dessa facção e que estão tentando se fortalecer aqui nessa região. E o local onde a droga foi apreendida, a munição que foi apreendida e algumas notas que foram apreendidas estão queimadas nos cantos, isso indica que esse dinheiro, a origem dele, deve ter sido de algum estouro a caixa eletrônico ou o roubo de um carro-forte", disse o capitão.

A dupla foi levada para a Delegacia de Entorpecentes e deve prestar informações também para o Grupo de Repressão ao Crime Organizado (GRECO). Segundo o delegado Cadena Júnior, da Delegacia de Entorpecentes, as notas queimadas encontradas com Rafael serão encaminhadas para perícia.

"Ele disse que vendeu uma motocicleta e recebeu esse dinheiro. Mas pela quantidade de munição de armas de grosso calibre e a grande quantidade de dinheiro, a suspeita é que essas notas possam ter sido fruto de roubo a instituições bancárias", disse o delegado.

Foto: Christhian Sousa/TV Cidade Verde

Facebook
Twitter
Horóscopo
Eventos