25/Sep/2018
Terça-Feira - 25 de Setembro de 2018
(89) 9 9417-4175
(89) 9 9417-4175

Policia

PM de SC que aparece em vídeo constrangendo mulher na Rússia se apresenta em batalhão e pede afastamento

Ele usou banco de horas para ficar uma semana afastado, disse a Polícia Militar.

Por: Adilon Shalom - 11/07/2018

PPN-IMG-d89609335a4ff4dab33f.jpg

O tenente Eduardo Nunes, policial militar que aparece em vídeo que circula nas redes sociais constrangendo uma mulher na Rússia, voltou ao Brasil e se apresentou no 6º Batalhão da Polícia Militar de Lages, na Serra catarinense, na sexta-feira (6). Conforme a corporação, o oficial pediu afastamento por uma semana e foi aberto um inquérito militar.

As imagens mostram um grupo de homens, durante a Copa do Mundo, que finge cantar um hino de torcida, mas fala palavras de baixo calão para a estrangeira, que não teve a nacionalidade identificada.

De acordo com a PM, para conseguir afastamento, Nunes usou o banco de horas de serviço. As férias do policial terminaram na última sexta. A reportagem procurou a defesa do militar para perguntar os motivos de ele ter se afastado, sem resposta até a publicação desta notícia.

Já com relação ao inquérito militar, a polícia afirmou que enquanto ocorrer o processo administrativo com relação aos fatos ocorridos na Rússia, a corporação não vai se manifestar.

Na época de divulgação do vídeo, em 19 de junho, a defesa afirmou que "tal comportamento não condiz com a personalidade do Eduardo" e que a situação era "isolada e desconexa com os demais atos de sua vida".

No mesmo dia, a 5ª Promotoria de Justiça da Capital, que atua na área criminal militar, pediu a instauração um inquérito policial militar contra o tenente.

Outros vídeos e envolvidos Vídeos gravados durante a Copa do Mundo em que mulheres são constrangidas ao repetirem palavras ofensivas em idiomas que não conhecem geraram polêmica.

O caso que gerou maior repercussão envolve Nunes, no qual um grupo de brasileiros, sob pretexto de ensinar cantos de torcida, fez com que uma jovem repetisse palavras que remetem ao órgão sexual feminino. Nas imagens, ela sorri e repete animada. Ao menos outros dois homens foram identificados.

Luciano Gil Mendes Coelho é natural de Picos e ex-membro do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Piauí (Crea-PI), que ficou de se posicionar sobre o caso. Ele foi o único a se manifestar até o momento.

Diego Jatobá, advogado e ex-secretário de Turismo de Ipojuca, município da região metropolitana do Recife, foi alvo de uma nota de repúdio da OAB-PE, que anunciou que a conduta dele será investigada pela Comissão da Mulher Advogada, que encaminhou a denúncia ao Tribunal de Ética e Disciplina (TED) da ordem.

De acordo com o presidente da OAB-PE, Ronnie Duarte, Jatobá pode ter infringido o Código de Ética e Disciplina da Advocacia. O vídeo também foi alvo de um ato de repúdio da Assembleia Legislativa de Pernambuco.

Fonte: G1 SC

Facebook
Twitter
Horóscopo
Eventos