13/Nov/2018
Terça-Feira - 13 de Novembro de 2018
(89) 9 9417-4175
(89) 9 9417-4175

Tecnologia

Piauiense cria dispositivo que impede condutor de ligar moto sem capacete

Por: Adilon Shalom - 31/07/2018

PPN-IMG-ffcf458966468e8877da.jpg

Um empresário piauiense inventou um dispositivo que impede que a motocicleta seja ligada se o condutor não estiver usando capacete. O homem teve a ideia após um amigo de infância sofrer um acidente de moto sem o equipamento.

O dispositivo funciona através da adaptação de sensores que detectam temperatura e pulsação dos vasos sanguíneos da cabeça e esses sensores se comunicam com outros instalados na placa controladora da moto. “Só aquele capacete está configurado para aquela motocicleta que vai ligar aquela moto, ou seja, eu tenho aí também um dispositivo anti-furto”, explicou o empresário Agamenon Santa Cruz.

José Rodrigues, vítima de acidente de moto após ingerir bebida alcoólica e dirigir sem capacete, falou das sequelas do acidente. “Depois que bati não lembro nada, não sinto cheiro, não sinto gosto”. Outra vítima, Ítalo Alves, chegou a ficar em coma no hospital e também fala do que mudou na sua vida após o acidente. “Minha vida é assim, de casa pra clínica, da clínica para casa, aqui e ali alguns amigos vêm, me chamam pra jantar, só isso”.

Carmem Lúcia de Lima, mãe de Ítalo, diz que os médicos alertaram a família pela falta de uso do capacete. “Os médicos falam que se o Ítalo estivesse de capacete, ele não teria ficado com nada porque não precisou fazer cirurgia, mas a sequela do coágulo foi grande”.

Em 2016 foram mais de 37.345 mortes no trânsito dessas 12.085 foram acidentes com motos. O número representa 32% do total de mortes. No Piauí, são 66%. “As pessoas obedecem menos às recomendações de trânsito, dirigem motos sem a devida formação, portanto sem a devida habilitação e especialmente porque as dirigem sem os equipamentos de proteção individuais que são fundamentais”, falou o neurologista Daniel França.

Além do capacete, um sistema de airbags para motos começou a ser desenvolvidos nos anos 70 e esse item é obrigatório no Campeonato Mundial de Moto GP. Ele tem sensores que detectam movimentos perigosos do piloto. No Brasil, o uso desse objeto ainda não é comum.

Fonte: G1

Facebook
Twitter
Horóscopo
Eventos