20/Aug/2018
Segunda-Feira - 20 de Agosto de 2018
(89) 9 9417-4175
(89) 9 9417-4175

Geral

Prefeito de Aroazes é investigado por contrato no valor de R$ 4,9 milhões

Por: Roberto - 08/08/2018

PPN-IMG-daab3c7d51bd7b62ebd0.jpg

A Procuradora da República, Maria Clara Lucena Dutra de Almeida Brito, instaurou procedimento preparatório para investigar irregularidades na prefeitura de Aroazes, comandada pelo prefeito Antonio Tomé. A portaria que gerou a investigação foi assinada no dia 27 de julho de 2015.

Para abertura do procedimento, a Procuradora considerou documentação encaminhada pelo Tribunal de Contas do Estado do Piauí, dando conta da existência de irregularidades em licitação realizada em 2014, na modalidade concorrência pública, no valor de R$ 4.945.119,80 (quatro milhões novecentos e quarenta e cinco mil cento e dezenove reais e oitenta centavo) para a construção de quatro escolas no Município de Aroazes. A empresa vencedora do certame foi a a Equilibrium Construções Ltda. O prazo para execução  de 180 dias. Os recursos são do FNDE.

De acordo com informações do TCE, a empresa foi contratada para a construção de uma escola com 12 salas, no centro de Aroazes, uma escola com 02 salas na Localidade Montes Claros, na zona rural do município, denominada de Unidade Escolar Santo Afonso Rodrigues, uma Escola denominada Unidade Escolar Municipal Antonio de Araújo Costa, com 02 salas, na localidade Itaúna e uma escola denominada Escola Povoado Barro Vermelho com 04 salas, na localidade Barro Vermelho.

Outro Lado

Antônio Tomé, afirmou ainda não ter sido notificado pelo Ministério Público Federal sobre o assunto. O prefeito ressaltou ainda que as escolas estão sendo construídas normalmente.

Fonte: Blog Rauristênio Bezerra/Portal V1

Facebook
Twitter
Horóscopo
Eventos