18/Dec/2018
Terça-Feira - 18 de Dezembro de 2018
(89) 9 9417-4175
(89) 9 9417-4175

Geral

MP apura possíveis irregularidades no Hospital Infantil de Teresina

Por: Roberto - 07/12/2018

PPN-IMG-788b532bd08d650352e5.jpg

O Ministério Público do Estado do Piauí, por meio da promotora de Justiça Ana Isabel de Alencar Mota Dias, instaurou no dia 30 de novembro deste ano, um inquérito civil público de nº 12/2018, para apurar possíveis irregularidades na estrutura de funcionamento do Hospital Infantil Lucídio Portela (HLIP) e na gestão de recursos humanos, devido a distribuição de pessoal nos setores do hospital.

O caso tramita no Ministério Público desde o ano de 2016, através de um procedimento preparatório que foi instaurado e convertido em inquérito civil público neste ano. Na época, foi enviado à direção do órgão ministerial um ofício solicitando explicações por parte da diretoria do local, mas o Ministério Público não obteve nenhuma resposta.

Com a instauração do inquérito civil, o órgão informou que irá enviar novamente um ofício a diretoria do hospital para que as respostas sejam encaminhadas dentro do prazo de 10 dias. Foi solicitado informações sobre a situação atual do hospital, da alocação de pessoal e se há algum problema na gestão de recursos humanos, bem como se a quantidade de servidores atendem a necessidade do Hospital Infantil Lucídio Portela.

O Ministério Público ainda informou que após receber a resposta do hospital, será marcada uma audiência com o diretor da unidade de saúde, afim de esclarecer a situação do local e tomar as devidas providências.

Outro lado

O Viagora tentou entrar em contato com a Fundação Hospitalar para comentar sobre o caso mas até o fechamento da matéria não obteve resposta. O espaço fica aberto para esclarecimentos. 

 

Viagora

Facebook
Twitter
Horóscopo
Eventos