03/Jun/2020
Quarta-Feira - 03 de Junho de 2020
(89) 9 9417-4175
(89) 9 9417-4175

Política

Em reunião, governador cobra fidelidade da base para indicação de cargos

Por: Roberto - 10/05/2019

PPN-IMG-7322ac6dd1feff979a4c.jpg

O governador Wellington Dias  ( PT) se reuniu com a base aliada e bateu o martelo com relação aos critérios para divisão dos cargos de segundo escalão  no interior. A fidelidade das lideranças na eleição de 2018 e o número de voto de cada deputado definirão quem fará as indicações onde houver disputa.

O governo quer evitar que lideranças ligadas a deputados da base, mas que votaram na oposição, assumam cargos. O pedido é que apenas os fiéis possam ser contemplados. 

O secretário de Governo Osmar Júnior  ( PCdoB) afirma que este seria o critério mais justo. "A reunião foi produzida dentro da linha que o governador  estabeleceu desde o início. Primeiro se preocupar com o programa de governo, segundo a capacidade das pessoas para exercer a função e terceiro o alinhamento político. Vamos trabalhar com quem acredita no nosso projeto”, destacou.

O número de votos dos deputados também será levado em consideração na hora da divisão dos cargos. “O governador quer programa de governo a ser executado e capacidade técnica para ocupar o cargo e alinhamento político. A representação política ocorre pelo apoio que os políticos recebem da população. Esse é um critério utilizado”, destacou.

Entre os deputados, há a preocupação que algumas lideranças não possam ocupar cargos. Isso porque em algumas cidades, nomes que votaram nos deputados governistas, não votaram no governador. 

Lídia Brito - cidadeverde

Facebook
Twitter
Horóscopo
Eventos