20/Feb/2020
Quinta-Feira - 20 de Fevereiro de 2020
(89) 9 9417-4175
(89) 9 9417-4175

Geral

Trabalho com a população humaniza ação do Exército no Piauí

Por: Roberto - 18/01/2020

PPN-IMG-8168fadb0ce23e90f0c9.jpg

O Exército Brasileiro atua no Piauí com uma forte integração com a população, abastece de água populações atingidas pela seca, com a Operação Carro-Pipa, constrói estradas e pontes e promove campanha contra o câncer de mama.

O 2º Batalhão de Engenharia de Construção, Batalhão Heróis do Jenipapo, localizado em Teresina, está executando a manutenção da rodovia BR-222, entre as cidades de Piripiri e São João do Arraial, com extensão de 102,84 quilômetros. 

O coronel Alerrandro Leal Farias, comandante do 2º Batalhão de Engenharia de Construção, disse que nas obras na BR-222 tem a execução nas três pontes que constam do Plano de Trabalho.

Obra de Manutenção e Conservação da BR-110-316/PE executada pelo 2º BEC

A 3ª Companhia de Engenharia e Construção, mesmo enfrentando um período chuvoso na região, prosseguiu as obras da rodovia com um efetivo de 74 homens. Os militares demoliram as alas de pontes, que se encontram durante o trecho, para construções de pontes novas e melhores, conforme o projeto existente; prosseguiu com a construção do meio-fio da linha de água; e efetuou trabalhos de terraplanagem.

O 2º BEC também tem atuado na obra de manutenção e conservação da BR-110-316/PE. O trecho se refere ao segmento não pavimentado da BR-110/PE do km 149,1 ao km 220,7 com extensão de 71,6 km, compreendido entre a cidade de Ibimirim e a cidade de Petrolândia, e da BR-316/PE do km 420,3 ao km 444,0 com extensão de 23,7 km, compreendido entre o antigo Hotel do Peba e a cidade de Inajá, todas no estado de Pernambuco.

O Plano de Trabalho compreende a execução de serviços de Conservação Corretiva Rotineira (limpeza e desobstrução de Bueiro e Roçada e capina manuais), serviços de Conservação Preventiva Periódica (Reconformações da plataforma e do revestimento Primário e Regularização mecânica da Faixa de Domínio) e serviços de Conservação Emergencial (Recomposição Manual e mecanizada de aterro).

População assistida pela Operação Carro Pipa chega a 105 mil 

O 25º Batalhão de Caçadores (CE) foi criado no ano de 1918, e desde então atua contribuindo com o Exército para a garantia da soberania nacional, dos poderes constitucionais, da lei e da ordem, salvaguardando os interesses nacionais e cooperando com o desenvolvimento nacional e o bem-estar social, cumprindo fielmente o preconizado no Artigo nº 142 da Constituição da República Federativa do Brasil. Possui como área de responsabilidade o Estado do Piauí, podendo ser empregado em todo o Território Nacional, principalmente na área de responsabilidade do Comando Militar do Nordeste (CMNE).

Crédito: Divulgação 25 BC

No que tange à cooperação com o desenvolvimento nacional e o bem-estar social, o Batalhão desenvolve ações subsidiárias como a coordenação e fiscalização da distribuição emergencial de água no semiárido piauiense (Operação Carro-Pipa), a supervisão de produtos controlados (armas, munições, explosivos e produtos químicos). 

Por meio da Operação Carro-Pipa, coordenada e fiscalizada pelo 25º BC, são atendidas mais de 105 mil pessoas, que são beneficiadas com a entrega de água potável em suas localidades.

As entregas são realizadas por prestadores de serviço, contratados e fiscalizados pelo Batalhão, são cerca de 300 “pipeiros’’, que atendem atualmente 32 municípios, tendo esse número chegado a mais 60 em períodos de grave estiagem, o que totaliza em média 6 mil carradas de água entregues à população.

Crédito: Divulgação 25 BC

De acordo com o coronel Alerrandro Leal Farias, comandante do 2º Batalhão de Engenharia de Construção,    o 2º BEC também é responsável pelo abastecimento de água por 9 municípios do sertão cearense.

No ano passado, o 2º BEC sediou o Simpósio da Operação Carro-Pipa da 10ª Região Militar (RM). Participaram do evento todos Comandantes e Coordenadores de Escritórios da Operação Carro-Pipa das Organizações Militares da 10ª RM, além de outras OM convidadas de outras RM, a fim de compartilhar as melhores práticas em suas Unidades.

2º BEC sediou o Simpósio da Operação Carro-Pipa da 10ª Região Militar, no ano passado

O evento contou com a participação do general Cunha Mattos, Comandante da 10º RM; o Gen Bda R/1 Fioravante, Chefe da Assessoria de Operação Carro-Pipa do CMNE; representantes do Comando de Operações Terrestres (COTER), do 5º Centro de Telemática de Área (5º CTA), do Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres (CENAD) e do Consórcio TBK, empresa responsável pelo desenvolvimento do Sistema GPIPABRASIL, usado para monitorar via rastreamento de GPS a distribuição de água.

O simpósio teve por objetivo: nivelar conhecimentos dos Comandantes e Ordenadores de Despesas das Organizações Militares Executoras (OME) e dos Chefes de Escritórios e Agentes da Administração; e padronizar procedimentos de execução, visando otimizar a gestão da Operação Carro-Pipa no âmbito do Comando Militar do Nordeste.

Atenção à saúde da população

O Exército participa, anualmente, de campanhas importantes para a sociedade, como a contra o câncer de mama.

Seguindo as orientações do Serviço de Assistência Social da 10º Região Militar e com a finalidade de realizar a conscientização do público feminino para o controle do câncer de mama, e com a intenção de alertar a família militar, o 2° Batalhão de Engenharia de Construção (2º BEC) e 25° Batalhão de Caçadores (25º BC) reuniram esposas de militares e servidoras civis para realizar a abordagem do tema.

O médico ginecologista e mastologista Marcus Carneiro Vieira e a 2ª tenente, psicóloga Juliana Mororó, estiveram presentes no HTO, motivando e encorajando na luta contra o câncer de mama.

Em outubro do ano passado, o 2° BEC participou, em apoio à 10ª RM, da Ação Cívico Social - ACISO na cidade de Campo Maior (86 km de Teresina), com a presença do general Cunha Matos, sua comitiva da 10°    RM, o coronel Alerrandro, Comandante do 2° BEC, o prefeito de Campo Maior, José de Ribamar Carvalho,     e Marcelo Luiz Miranda Pinheiro, secretário municipal de Saúde da cidade.

Crédito: Divulgação 2º BEC

Trinta e três militares da área de saúde ofereceram os seguintes serviços e respectivos atendimentos ao público: Odontologia- 60; Clínico-52; Psiquiatria-9; Pediatra-18; Cardiologia-31 com 18 ECG; Otorrino-23; Dermatologia-43; Ortopedia-56; Endocrinologia-30; e Ginecologia, 34.

No dia 16 de dezembro foi realizado palestra de prevenção ao suicídio para o efetivo de Cabos e Soldados do 3° Batalhão de Engenharia de Construção, “Batalhão Visconde da Parnaíba”.

A palestra foi ministrada pela psicóloga Lívia Rodrigues Carvalho, e durante a ocasião foram orientadas maneiras de ajuda imediata através do contato com o Centro de Valorização da Vida (CVV), que atende gratuitamente pelo telefone 188. Ainda foram sanadas dúvidas a respeito dos sinais de risco e enfatizado a importância de procurar ajuda nas questões sobre suicídio.

O 25 BC também contribui para a saúde pública, fazendo parte do calendário de atividades do Quartel a realização de Ações Cívico-Social (ACISOs), como as que foram realizadas nos munícipios de Oeiras e Campo Maior, no final de 2019, e que consiste na prestação de serviços e atendimentos diversos ao público (médico, odontológico, jurídico, documentação, etc.)

Anualmente, o Batalhão realiza campanhas de vacinação, doação de sangue, ações de combate ao Aedes aegypti e presta apoio ao Programa Mais Médicos.

Palestra sobre câncer de mama | Crédito: Divulgação 2º BEC

Exército garante a segurança e a ordem

Diversos segmentos da sociedade usufruem dos préstimos rotineiros do 25º BC. Para a Justiça Eleitoral, por exemplo, existe a atuação como garantidor da segurança e da ordem nos períodos eleitorais. Realiza a segurança durante as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e dá, ainda, apoio em operações de amplo espectro a diversos órgãos públicos, como Corpo de Bombeiros, DNIT e Defesa Civil.

Crédito: Divulgação 25 BC

Para cumprir sua missão no que concerne à garantia da soberania nacional, o 25º BC mantém-se permanentemente em estado de prontidão. Para isso, realiza treinamentos regulares durante todos os anos, possibilitando que seus quadros de Oficiais e Praças estejam atualizados e em condições de desempenhar suas funções operacionais e administrativas. Além disso, incorpora e prepara para a vida militar cerca de 230 jovens na faixa de 18 anos, que se apresentam para o serviço militar obrigatório anualmente.

Desde a sua existência, o 25º BC participou dos acontecimentos mais importantes da história do Estado do Piauí e do País: a pacificação de revoltas como a Coluna Prestes, a Revolução de 1930, resgatando a ordem nos movimentos de 1935 (Intentona Comunista) e 1938 (Integralismo), participou também do esforço de mobilização durante a 2ª Guerra Mundial, enviando 75 militares para integrar a Força Expedicionária Brasileira, da primeira missão de paz da Organização das Nações Unidas (ONU), compondo o Batalhão Suez, no Egito, em 1956, e recentemente enviando tropas para a Missão das Nações Unidas para a estabilização no Haiti (MINUSTAH) nos anos de 2009 e 2012.

A crise de segurança pública que o Brasil atravessa provocou o envolvimento do 25º Batalhão de Caçadores nesta questão nos últimos anos. A greve da Polícia Militar do Estado de Pernambuco em 2016 e a crise do sistema prisional do Rio Grande do Norte, em 2017, fizeram com que tropas do Batalhão fossem destacadas para garantir a segurança nas ruas do Recife e de Natal.

Foram executadas também Operações de Garantia de Votação e Apuração das eleições no Piauí e Ceará (2016 e 2018); o reforço às inspeções no sistema penitenciário nacional no Rio Grande do Norte, em 2017; ações de auxílio à população dos municípios de José de Freitas e Barras, durante as enchentes, e    rompimentos de barragens em 2018 e a limpeza das praias do litoral piauiense atingidas pelas manchas de óleo em 2019.

Crédito: Divulgação 25 BC

 

Há ainda o fato de o Batalhão dar uma oportunidade de emprego para esses mesmos jovens, cerca de 200, que todos os anos incorporam como efetivo variável desta Organização Militar. O Batalhão também presta periodicamente apoios diversos a setores da sociedade que o solicitam, como participações da Banda de Música em eventos cívicos e ações sociais e empréstimo de materiais para montagem de estruturas. 

Crédito: Divulgação 25 BC

 

 

Facebook
Twitter
Horóscopo
Eventos