21/Sep/2020
Segunda-Feira - 21 de Setembro de 2020
(89) 9 9417-4175
(89) 9 9417-4175

Geral

Paciente de Betânia do PI denuncia falta de vaga em van para tratamento em Teresina

Por: Roberto - 18/01/2020

PPN-IMG-9cdbf32f15c44689fde6.jpg

Ana Paula da Costa Coelho, de 34 anos, residente no município de Betânia do Piauí que faz tratamento de saúde em Teresina, denunciou ao Portal O Dia nesta sexta-feira (17), que está enfrentando dificuldades para conseguir vaga na única van que faz a viagem da cidade para Capital. Na denúncia, ela alega que precisa recorrer a primeira-dama para ter acesso ao transporte público.

“Eu tive que me humilhar para ter acesso ao transporte da cidade porque faço tratamento pelo SUS em Teresina. Procuro os órgãos responsáveis, mas sempre recebo a informação de que não tem vaga na van. A gente tem que procurar a primeira-dama para colocar o nome em uma possível lista de espera”, conta.

 

A cidade de Betânia conta com uma van que realiza todos os meses quatro viagens com destino a Teresina. O transporte, que tem capacidade para 15 pessoas, sai aos domingos do posto de saúde Dirceu Arcoverde, situado no Centro do municipio. Paula conta que no último fim de semana foi impedida de entrar no transporte.

“Eu gravei um vídeo junto com meio filho que é autista e também faz tratamento em Teresina. O pessoal não queria deixar eu entrar na van e a primeira-dama chamou até a polícia. Eles escolhem as pessoas para pegar o transporte. Eles estavam com perseguição a mim porque denunciei toda a situação”, conta.

Mesmo com dificuldades, Paula disse que conseguiu viajar depois que uma pessoa desistiu, em cima da hora, da viagem. “É muita humilhação. Você vai no posto dizem que não tem vaga, vai na secretaria municipal não tem funcionários, o que resta é se humilhar para mulher do prefeito. Próxima semana vou ter que retornar a Teresina e vai ser a mesma coisa”, desabafa.

Outro lado

O prefeito de Betânia do Piauí, Fábio Macedo (Progressistas), disse que o acesso ao transporte de pacientes acontece por ordem de agendamento. De acordo com ele, as solicitações são feitas no posto de saúde Dirceu Arcoverde de Betânia, na Secretária Municipal de Saúde e, pelo fato da cidade ser pequena, algumas solicitações são pedidas pelos populares à primeira-dama. Ao todo, são disponibilizadas apenas 15 vagas pelo fato de haver uma única van que presta o serviço na cidade. Há também uma ambulância que funciona exclusivamente para atendimentos de emergências.

Em relação a denúncia, o prefeito afirmou que, havia pessoas na fila de espera do serviço e, que por essa razão, foi dado preferência aqueles que se inscreveram primeiro. Ainda não há previsão de novas van para Betânia-PI.

Sobre a presença da polícia apresentada no vídeo da denúncia, Fábio disse que está acontecendo um campeonato de futebol municipal e a polícia de Paulistana foi acionada para fazer a segurança. Os jogos, segundo ele, acontecem no domingo, no mesmo dia da gravação da denúncia.

Por: Jorge Machado, do Jornal O Dia

Facebook
Twitter
Horóscopo
Eventos