02/Apr/2020
Quinta-Feira - 02 de Abril de 2020
(89) 9 9417-4175
(89) 9 9417-4175

Saúde

No Piauí, saúde reforça protocolo em hospitais e aciona municípios contra o coronavírus

Por: Roberto - 11/02/2020

PPN-IMG-98e6d98d6d96c68266e9.jpg

Diretores de hospitais estaduais e superintendentes da rede de urgência e emergência de todo o estado se reuniram nesta segunda-feira (10) para debater as ações contidas no Plano de Contingência Nacional para Infecção Humana pelo novo Coronavírus. O encontro discutiu medidas de prevenção e vigilância para lidar com um possível caso do novo coronavírus no Piauí.

O diretor do Instituto de Doenças Tropicais Natan Portela, o médico José Noronha, informou que a preparação reforça a saúde estadual não só para o fluxo de pacientes com síndrome respiratória aguda grave ocasionada pelo coronavírus.

“Não é só o novo coronavírus. Nós já estávamos preparados para receber pacientes sintomáticos respiratórios causados por outros vírus como o Influenza B”, explicou o médico que foi delegado como o porta-voz das informações sobre o coronavírus no Piauí.

Até o momento, não há casos de infecção por coronavírus confirmados no Brasil. Neste domingo, brasileiros que estavam na China desembarcaram no Brasil por meio de uma operação federal que inclui a quarentena dos mesmos. No Piauí ainda não foi registrado nenhum caso suspeito.

Sintomas

Para ser um caso suspeito, o paciente tem que ter febre, sintoma respiratório e vínculo epidemiológico. “Esteve na China nas duas últimas semanas ou esteve em contato com caso suspeito nas duas última semanas, ou esteve em contato com um caso confirmado nas últimas duas semanas”, elencou Noronha.

Diálogo com municípios

A reunião contou com a participação do secretário de Estado da Saúde do Piauí, Florentino Neto. “Estamos com todas as ações recomendadas pelo Ministério (da Saúde) em execução buscando assim tranquilizar a população da não ocorrência de nenhum caso até o momento”, afirmou.

Florentino adiantou ainda que todos os municípios serão contatados. “Uma reunião que haveremos de realizar utilizando mediação tecnológica do Canal Educação com todos os secretários municipais e gerentes de atenção Básica dos municípios também para tratar sobre o assunto”.

Por conta do estado de emergência, uma lei federal autoriza os estados a adquirirem equipamentos e insumos para o combate à infecção em todo o território.

Prevenção

O diretor do Instituto de Doenças Tropicais Natan Portela deu algumas dicas para evitar o contato ou a proliferação de vírus.

Lavar bem as mãos antes de tocar o rosto e após tocar o rosto;

Evitar contato com secreção nas maçanetas das portas ou ao apertar a mão de outra pessoa;

Ao tossir ou ao espirrar, utilizar um lenço ou o próprio dobra do cotovelo para não espalhar a secreção pelo ambiente.

Fonte: Cidade Verde

Facebook
Twitter
Horóscopo
Eventos