07/Apr/2020
Terça-Feira - 07 de Abril de 2020
(89) 9 9417-4175
(89) 9 9417-4175

Geral

Coronavírus: Ônibus clandestinos driblam fiscalização no interior do Piauí

Por: Roberto - 24/03/2020

PPN-IMG-ea43bc7ca24b6de576d1.jpg

Na manhã desta segunda-feira (23) a reportagem recebeu denúncia de moradores da região de São Raimundo Nonato de que empresas de ônibus estão burlando decretos municipal e estadual para enfrentamento da pandemia do novo coronavírus (Covid-19) no Piauí.

Em decreto do governador Wellington Dias (PT), pessoas que desembarcarem no estado por meio rodoviário ou aeroportuário devem ficar de quarentena por sete dias. Em decreto municipal da prefeita Carmelita Castro (PP), de São Raimundo Nonato, está proibido o embarque e desembarque de ônibus com passageiros vindos de outros estados.

Embora haja a proibição, conforme a denunciante, que não quis ter a identidade revelada, as empresas estão desembarcando passageiros vindos de São Paulo em municípios menores e carros de passeio completam a viagem até o município de São Raimundo Nonato. A denunciante citou que a empresa Orleide Turismo, que presta serviços para a TransBrasil, está entre as empresas que estão burlando os decretos.

“Por favor, avisem às autoridades de São Raimundo Nonato, de Anísio de Abreu. Estão chegando ônibus escondidos do Orleide, cheio de passageiros de Anísio de Abreu, de Várzea Branca. Tomem providências com esses ônibus. Saíram escondidos para pegar essas pessoas escondido”, afirmou.

Os passageiros, de acordo com outro denunciante, estão desembarcando na estrada durante a noite. Os passageiros têm destino final nas cidades de São Lourenço do Piauí, Anísio de Abreu, Dom Inocêncio, Várzea Branca, Coronel José Dias, Dirceu Arcoverde, Jurema, São Raimundo Nonato e outros municípios vizinhos.

“Os ônibus estão chegando cheio de passageiros, o pessoal está saindo a noite para pegar o pessoal escondido na estrada antes de chegar em São Raimundo Nonato e quando o ônibus chega dizem que veio vazio”, alertou.

Outro lado

A reportagem tentou entrar em contato na manhã desta segunda (23) com a prefeita de São Raimundo Nonato, Carmelita Castro (Progressistas), para saber quais medidas estão sendo tomadas pela prefeitura a respeito da chegada desses ônibus na cidade. Entretanto, a prefeita não atendeu as ligações.

A reportagem também não conseguiu contatar a empresa Orleide Turismo, indicada pelos denunciantes de burlar o sistema.

 

Fonte: GP1

 

Facebook
Twitter
Horóscopo
Eventos