28/Sep/2021
Terça-Feira - 28 de Setembro de 2021
(89) 9 9417-4175
(89) 9 9417-4175

Municípios

MASSAPÊ: Educação lança programa 'Volta ao Novo' com palestra sobre Resiliência Emocional

Por: Roberto - 06/09/2021

PPN-IMG-42a793665619306a88d3.jpg

A Prefeitura de Massapê do Piauí, através da Secretaria Municipal de Educação realizou na sexta-feira, 03 de setembro, o lançamento do Programa ‘Volta ao Novo’ (Programa de Desenvolvimento de Competências Socioemocionais).

O Programa Volta ao Novo, é uma iniciativa do Instituto Ayrton Senna (IAS), em parceria com o Conselho Nacional dos Secretários de Educação (Consed) e a Prefeitura Municipal, e que tem como objetivo apoiar os educadores no desenvolvimento das competências socioemocionais durante o processo de ensino aprendizagem.

O programa consiste numa preparação socio-psicicológica para educadores na volta as aulas, e está organizado em cinco módulos focados em macrocompetências – Abertura ao Novo; Autogestão; Resiliência emocional; Amabilidade e Engajamento, bem como os outros eixos considerados fundamentais para o desenvolvimento pleno escolar.

O evento de lançamento do programa Volta ao Novo, aconteceu na sede da escola João Manoel da Costa, com uma palestra que abordou sobre a primeira macrocompetência, a Resiliência Emocional, que é a capacidade de lidar com as próprias emoções demonstrando equilíbrio e controle sobre as reações emocionais.

A palestra foi realizada em dois momentos. Inicialmente o tema foi trabalhado com os coordenadores, gestores escolares e professores da Educação Infantil. No segundo momento, com os professores do Ensino Fundamental – Anos Iniciais e Anos Finais e do EJA- Educação de Jovens e Adultos.

A abertura foi realizada pelo secretário de Educação, Leonel Lopes, que falou sobre a importância do programa, na preparação dos profissionais de educação para a volta às aulas.

Em seguida, a coordenadora do Volta ao Novo no município, Joelma Araújo, apresentou o programa. Segundo ela, o Programa Volta ao Novo veio de encontro com as necessidades dos profissionais de educação, em meio aos desafios pelo qual  têm enfrentados, quando tiveram que deixar as sala de aulas e se reinventarem para ministrar aulas online, em decorrência da pandemia. ” E dentro desse cenário as competências socioemocionais será de suma importância, para ajudar no desenvolvimento emocional, seja em sala de aula ou no ensino remoto” acrescentou.

A palestra foi ministrada pelo psicólogo, Moisés Nascimento. Para ele, trabalhar a Resiliência Emocional é muito importante nesse momento de pandemia, de volta às aulas.

“A resiliência nada mais é que o poder de autorrecuperação, é capacidade que temos de nos desenvolver e nos recuperarmos diante das adversidades na vida. Com tudo isso, que vem acontecendo gera muita ansiedade nas pessoas, então é importante que aprendamos a nos reconstruirmos, para voltar a trabalhar em sala de aula”, disse.

Ele frisou sobre a importância de trabalhar a saúde mental nesse retorno. “A capacidade de nos reconstruirmos é necessária, a saúde mental é urgência e emergência. Talvez para muitas pessoas que estavam aqui, seu maior predicado seja restaurar a sua saúde mental, então num momento como esse, falar de resiliência, de como lidar com os problemas é algo muito importante nessa volta ás aulas e para vida também”, pontou.

Em entrevista, o secretário de Educação, Leonel Lopes, explicou que o objetivo do programa é preparar os professores para a volta às salas de aulas. “Nos reunimos com os professores da rede municipal de ensino, para trabalhar a questão emocional dos profissionais dentro do tema Resiliência Emocional, buscando preparar esses professores para a volta, um retorno diferente, ainda com ensino de forma híbrida, por isso é importante focar nesses profissionais para que eles também possam estar trabalhando sobre essa questão com os alunos”, disse.

Leonel frisou que acredita que o desenvolvimento do programa com os profissionais da rede impacta de forma positiva na retomada. “O programa foca bastante na questão emocional, então a gente acredita vai estar ajudado esses profissionais, a lidar com essa nova forma de ensino. Por algo ser novo, pode provoca ansiedade, insegurança no professor e o programa vai trabalhar exatamente essas questões, preparando eles para a volta das aulas em sala de aula”, afirmou.

Segundo o secretário, as formações referentes ao programa acontecerão até o final do ano, quando informou também que a Educação já se organiza para iniciar as aulas no forma híbrido, mas que não há ainda uma data definida. “Não temos uma data definida, porque estamos nos organizando, preparando e adequando a estrutura física das escolas”.

“Quero agradecer a participação dos profissionais e desejar que eles estejam empenhados nessa volta e preparados para que possamos ter retorno educacional para nossos alunos”, concluiu Leonel.

Com o tema “Dialogando com as competências socioemocionais”, ao todo serão realizados com os profissionais da rede municipal cinco formações, onde cada uma abordará sobre uma macrocompetência.

Fonte: Ascom

 

Facebook
Twitter
Horóscopo
Eventos