04/Dec/2020
Sexta-Feira - 04 de Dezembro de 2020
(89) 9 9417-4175
(89) 9 9417-4175

Cidadania

Internet se firma como forte aliado para os concurseiros

Web tem se tornado boa opção para concurseiros

Por: Roberto Carvalho - 01/02/2010

internet.gif
Para Jaílson Barros, recém-formado no curso de Ciências Contábeis da Universidade Estadual do Piauí (Uespi), o sonho de ingressar na carreira pública é construído todos os dias através de seus estudos pela internet. Segundo o estudante, que em várias ocasiões já frequentou cursinhos preparatórios na capital, atualmente a rede de computadores é a sua principal ferramenta de pesquisas e estudo para a realização dos certames que vêm acontecendo em todo o país.“Acredito que a internet aos poucos vai substituir os cursinhos, pois nela podemos encontrar todo o conteúdo necessário para se preparar de forma satisfatória, sem mencionar que podemos acessar no horário que mais nos convém, além de ter a opção de selecionar o conteúdo desejado”, enumera Jaílson Barros, acrescentando que em determinados sites o ‘concurseiro’ pode encontrar o conteúdo referente a cada matéria, subdividido em questões ou mesmo provas que foram utilizadas em concursos de anos anteriores.De acordo com o graduado em Ciências Contábeis, o ideal seria aliar a frequência aos cursinhos preparatórios às ferramentas oferecidas pela internet, porém, devido aos preços das mensalidades cobradas pelas escolas preparatórias não serem acessíveis para uma parcela significativa da população, a rede de computadores figura novamente como uma boa alternativa. “Se a pessoa não tem internet em casa, pode ir a uma lan house, mas para aqueles que podem frequentar um cursinho presencial, ela seria usada como uma ferramenta a mais para testar os conhecimentos adquiridos em sala e poder prosseguir os estudos, aumentando as chances de aprovação nas provas”, aponta Jaílson.Professor recomenda o uso da “rede” apenas como complementoFonte de pesquisa para alunos, professores ou mesmo curiosos, a internet está gradativamente se tornando na fonte de estudo dos chamados ‘concurseiros’. Apesar dos cursinhos preparatórios ainda serem a principal opção daqueles que pretendem ingressar na carreira pública, a rede mundial de computadores se configura como acessório do que é aprendido nas salas de aula. Segundo o professor e proprietário de cursinho preparatório de Teresina, Ismar Sampaio, as aulas presenciais são de suma importância devido aos professores direcionarem o conteúdo para o concurso almejado pelo estudante, além das dicas e os famosos ‘bizus’, que ajudam no momento da resolução das questões.“Existem vídeo-aulas disponibilizadas na internet, mas estas são gravadas e não proporcionam um feedback com o aluno, que no momento da explicação pode ter alguma dúvida”, enfatiza Ismar Sampaio. Para o professor, o uso da internet como fonte de estudo é indicada pelos docentes como forma de complemento dos estudos realizados em sala de aula, porém a escolha dos sites deve ser feita de maneira cuidadosa, pois muitos deles comumente remetem os alunos a propagandas ou outras páginas de conteúdo diferenciado, fazendo o estudante perder um artigo de grande valia na briga por uma vaga: o tempo. “Aconselhamos que a pessoa peça indicações de professores ou converse com alunos que já estão acostumados a estudar para concursos”, afirma Ismar Sampaio, quando comenta sobre a procedência de alguns sites especializados em conteúdo para concursos. Abaixo confira algumas indicações de páginas da internet especializadas em concursos públicoswww.folhadirigida.com.br www.pciconcursos.com.brwww.centraldeconcursos.com.brwww.esaf.fazenda.gov.brwww.sperconcurseiros.com.brwww.cespe.unb.br
Facebook
Twitter
Horóscopo
Eventos