01/Jun/2020
Segunda-Feira - 01 de Junho de 2020
(89) 9 9417-4175
(89) 9 9417-4175

Cultura

FUNDAC solta a caneta e deve torrar quase R$ 1 milhão só com Carnaval

Por: Roberto - 26/02/2014

7047b7f15492f14c6e46b4008b93.jpg

Às vésperas de começar o feriado de carnaval, a Fundação Cultural do Piauí (FUNDAC-PI) começa a liberar dinheiro público para ser usado em várias cidades do Piauí.

Com o prazo exíguo, muitas dessas prefeituras beneficiadas usarão o dinheiro sem fazer licitação. Num único dia, 24 de fevereiro, o presidente da FUNDAC, Scheyvan Xavier Lima, liberou quase R$ 1 milhão de reais. No Diário Oficial do Estado do dia 25/02 aparecem nove convênios no valor total de R$ 960 mil que está sendo liberado. Em algumas prefeituras, como é o caso de Brasileira e Barras, o dinheiro será depositado na conta de fundações. O presidente Scheyvan Xavier Lima é ligado ao PTC, partido que passou a fazer parte da base do governo recentemente. Como justificativas para os convênios, a Fundação Cultural alega “visita de milhares de turistas” nestas cidades, além da “geração de emprego e renda”. Recentemente, o 180graus revelou que as prefeituras piauienses se preparam para usar R$ 2,7 milhões do bolso do contribuinte piauiense na folia de carnaval. PREFEITURAS BENEFICIADAS ILHA GRANDE – R$ 40 mil BURITI DOS LOPES – R$ 100 mil LUIS CORREIA – R$ 150 mil BRASILEIRA (Fundação Deoclécio Mendes do Amaral) – R$ 20 mil DEMERVAL LOBÃO – R$ 70 mil FLORIANO – R$ 300 mil SÃO JOÃO DA CANABRAVA – R$ 20 mil BARRAS (Fundação Centro de Apoio ao Menor) – R$ 200 mil MANOEL EMÍDIO – R$ 60 mil

ESCLARECIMENTOS - FUNDAC

A Fundação Cultural do Piauí - Fundac, é o órgão responsável pela execução de atividades culturais deste estado, e por isso não deve de forma algum se esquivar de apoiar atividades como o Carnaval, que é a maior festa popular brasileira. Hoje no Piauí as festas carnavalescas são municipalizadas, a Fundac apenas dá apoio a estes, todos os valores investidos são frutos de emendas parlamentares impositivas, sendo que o deputado ou senador que destinou a verba é o responsável pela escolha do lugar que receberá o apoio.

O presidente da Fundac, Scheyvan Lima, disse ainda, que as pessoas não podem menosprezar a cultura brasileira, e que a entidades que trabalham nesta área deve sim ter recursos para investir em eventos como estes. “Se a Fundac que é o órgão responsável pela cultura não puder apoiar o Carnaval, quem é que vai apoiar”, indaga o presidente.

A Fundac também apóia eventos culturais por todo o Piauí, como é o caso do Festival de Inverno de Pedro II, Festival da Rabeca de Bom Jesus, Festival Nacional de Folguedos de Teresina, Circuito Cultura Viva, que será realizado em diversos municípios, dentre outros projeto que só engrandecem a cultura do piauiense.

 

 

Repórter: Aquiles Nairó - 180graus

Facebook
Twitter
Horóscopo
Eventos