04/Dec/2020
Sexta-Feira - 04 de Dezembro de 2020
(89) 9 9417-4175
(89) 9 9417-4175

Cidadania

Incentivo ao Livro e à Leitura

Biblioteca recebe investimento de R$ 2,5 milhões do Ministério da Cultura

Por: Roberto Carvalho - 11/02/2010

biblioteca.jpg

Em consonância com os mecanismos de incentivo à leitura e acesso ao livro no país, o Ministério da Cultura, por meio do Programa Mais Cultura, investiu R$ 2,5 milhões na implantação da Biblioteca Pública de São Paulo (BPSP), instalada no Parque da Juventude, na área da antiga Casa de Detenção do Carandiru.

http://www.cultura.gov.br/site/wp-content/uploads/2010/02/dsc08632-217x163.jpgA cerimônia de inauguração aconteceu na segunda-feira, 8 de fevereiro, e contou com a presença do secretário da Identidade e da Diversidade Cultural do Ministério, Américo Córdula; do secretario estadual da Cultura de São Paulo, João Sayad; do coordenador da Unidade de Fomento e Difusão de Produção da Secretaria da Cultura de São Paulo, André Sturm, e do senador Eduardo Suplicy (PT-SP), dentre outras  personalidades.

“Estamos aqui, celebrando uma pactuação federativa importante em torno de uma política pública de cultura e, mais precisamente, em torno de uma política de livro e de leitura no âmbito do Programa Mais Cultura”, declarou Américo Córdula.

Entre recursos do estado e da União, o investimento total na BPSP soma cerca de R$ 12,5 milhões. Parte das aplicações do MinC foi destinada à aquisição de 30 mil livros, além de outras mídias e suportes, como CDs e DVDs.

A implantação da Biblioteca Pública traduz os eixos de outra meta do MinC voltada à disseminação do hábito da leitura no país, o Plano Nacional de Livro e Leitura, que estabelece em suas linhas de atuação a democratização do acesso; a formação de leitores; a valorização da leitura e o fomento da economia do livro.

Para Córdula, o incentivo às ações de Livro, Leitura e Literatura precisam estar na pauta de todos os governos, por se tratar de um compromisso com o desenvolvimento do Brasil. “Acreditamos que essa nova biblioteca desempenhará importante papel para democratizar o acesso da população aos livros, incentivando o hábito da leitura, tão importante para a formação cidadã e o  desenvolvimento pessoal, local e nacional.” (Leia o pronunciamento)

Dinamismo

http://www.cultura.gov.br/site/wp-content/uploads/2010/02/dsc08645-217x163.jpgA acessibilidade é um ponto alto do novo espaço, que conta com mesas reguláveis, que se adaptam a qualquer tamanho de cadeira de rodas, folheadores automáticos de páginas para aqueles que perderam os movimentos das mãos, e também computadores adaptados.

Usuários cegos terão ainda mil títulos de “audiobooks” e um equipamento que, automaticamente, é capaz de transpor obras literárias convencionais para faixas de áudio ou placas em braile.

A BPSP dedica grande parte de seus 4.200 m² aos mais jovens. Todo o andar térreo está divido em alas para três faixas etárias: de zero a três anos, de quatro a 11 anos e de 12 a 17 anos. Ali, poltronas coloridas e pufes dividem espaço com estantes baixas - projetadas sob medida - nas quais livros, discos e filmes ficam misturados e expostos diretamente ao público.

Também estarão à disposição cem computadores, com livre acesso à Internet, dezenas de jogos eletrônicos e um leitor de livros digitais (e-reader). A biblioteca funcionará até as 21h, de segunda a sexta-feira, e até as 17h, aos sábados, domingos e feriados.
Facebook
Twitter
Horóscopo
Eventos