25/Jun/2021
Sexta-Feira - 25 de Junho de 2021
(89) 9 9417-4175
(89) 9 9417-4175

Geral

W. Dias denuncia exclusão de 48 mil famílias do Bolsa Família

Por: Roberto - 07/05/2021

PPN-IMG-ac74ed57e02a13ee2e21.jpg

Presidente do Consórcio Nordeste, o governador Wellington Dias protocolou ofício ao ministro da Cidadania, João Inácio Ribeiro Roma Neto, questiona a redução de benefícios do Programa Bolsa Família no Nordeste.

No documento, Wellington informa que a fila de espera no programa Bolsa Família na região passou a ser a maior demanda reprimida do País. No documento, de dezembro de 2020 a fevereiro de 2021, foram excluídas 48.116 famílias somente no Nordeste. A demanda reprimida da região chega a 685.984 famílias.

No ofício, o governador diz que de março de 2020 a janeiro de 2021, 86.721 famílias entraram na situação de extrema pobreza, sendo que o Nordeste tem 7.142.012 de famílias em situação de extrema pobreza. 

Com este cenário há aumento de violência, violação dos direitos e adoecimento mental. O documento traz ainda informações de levantamento feito pelo IPEA sobre os órfãos da Covid-19. "Já temos mais de 45 mil crianças e adolescentes no país nessa situação", informa o govrnador no documento.

Segundo o governador deixa claro no ofício, as inserções no Bolsa Família não ocorrendo de forma proporcional à demanda do território brasileiro. "O que se observa é a forma desigual e excepcional que a gestão federal tem administrado a distribuição das políticas sociais", diz o governador, em documento enviado ao ministro.

Para o governador, os programas de transferência de renda se configuram como estratégias  indispensáveis no enfrentamento da pobreza e alívio da extrema pobreza.

Segundo o presidente do Consórcio Nordeste, o que se vislumbra para região é uma situação inédita de cortes e redução do orçamento dos principais programas de proteção às famílias.

 

Meionorte

Facebook
Twitter
Horóscopo
Eventos