12/Aug/2022
Quinta-Feira - 11 de Agosto de 2022
(89) 9 9417-4175
(89) 9 9417-4175

Policia

Mulher é agredida com 12 facadas pelo ex-namorado dentro de casa no Piauí

Por: Roberto - 04/07/2022

PPN-IMG-97116990cf83e250b5a1.jpg

Uma jovem identificada como Andressa Jaine foi vítima de uma tentativa de feminicídio nas primeiras horas da manhã desta segunda-feira (04), dentro de uma residência no bairro Poeirão, no centro do município de Água Branca, localizado a 99 km de Teresina. A vítima sofreu pelo menos 12 perfurações por faca e o principal suspeito do crime é o seu ex-companheiro, identificado como Tawan David, que segue foragido.

Em entrevista ao Meionorte.com, o tenente-coronel Cordeiro, comandante do 18° Batalhão de Polícia Militar de Água Branca, explicou que o suspeito invadiu a casa de Andressa por volta das 7 horas da manhã, onde pulou o muro da casa, feriu um cachorro que estava no quintal e na sequência entrou e a esfaqueou. A motivação seria por ele não aceitar o fim da relação.Homem não aceita fim da relação e tenta matar ex-companheira a golpe de faca em Água Branca (Foto: Reprodução/ Redes Sociais)Homem não aceita fim da relação e tenta matar ex-companheira a golpe de faca em Água Branca (Foto: Reprodução/ Redes Sociais)

“Ele pulou o muro, furou o cachorro e entrou na casa e pegou ela. A mãe dela estava em casa e socorreu ela ligeiro. Ele é ex-namorado dela e acho que por ela começar a namorar outra pessoa, ele tentou matar ela. Ele deu 12 furadas nela, mas não foi grave. Ela foi socorrida para o Hospital Dirceu Arcoverde e não está grave. Já pegamos o depoimento dela e o cara está foragido. Estamos fazendo diligências e estamos colhendo informações de que ele esteja em Demerval Lobão”, destacou o comandante.

Compartilhe no WhatsApp Compartilhe no Telegram

Este é o segundo caso de tentativa de feminicídio no município em uma semana. No último dia 29 de junho, a professora Guilhermina Ferreira de Souza, de 51 anos,  sofreu uma tentativa de feminicídio, onde foi esfaqueada pelo próprio companheiro no bairro Macedo, na residência do casal. 

O suspeito do crime também não aceitava o fim do relacionamento com a vítima. Ele foi preso no município de Barro Duro no dia 30.

Professora Guilhermina Ferreira de Souza, de 51 anos (Foto: Reprodução/ Redes Sociais)Professora Guilhermina Ferreira de Souza, de 51 anos (Foto: Reprodução/ Redes Sociais)

meionorte

Facebook
Twitter
Horóscopo
Eventos