11/Aug/2022
Quinta-Feira - 11 de Agosto de 2022
(89) 9 9417-4175
(89) 9 9417-4175

Geral

Preço dos combustíveis ameaça produção de mel no semi-árido do Piauí

Por: Roberto - 04/08/2022

PPN-IMG-8f6367eea825690d14eb.jpg

Os preços elevados dos combustíveis já trouxeram muita dor de cabeça aos brasileiros e agora ameaçam também as abelhas. O impacto é tão grande que deve afetar a produção de mel no Piauí, já que  apicultores estão com dificuldades para fazer a migração dos enxames, uma prática necessária para  enfrentar os meses de seca no semi-árido. 

Para migrar as 400 colmeias de sua produção em Picos, o apicultor José Ribamar Duarte precisou desembolsar cerca de R$ 60 mil, somente com o custeio das seis viagens para o transporte. “ Os preços subiram muito e isso tem elevado o custo da produção, principalmente por causa dos combustíveis”, diz

Duarte conseguiu transportar todas as colmeias que, agora, estão localizadas em fazendas do Maranhão, Ceará e do Pará. O trajeto chega a 950 km. “São viagens difíceis e fazemos tudo sozinhos, sem qualquer apoio”, declara o apicultor.

A produção piauiense de mel acontece entre os meses de fevereiro a maio. A partir daí, com a escassez de chuvas na região semi-árida, a vegetação vai secando, o que deixa as abelhas sem as floradas para a polinização. Basicamente, as migrações são para garantir o “alimento” para que elas possam produzir o mel. Os locais escolhidos para receber as abelhas são fazendas em áreas com bastante vegetação disponível. “ Além do combustível, também pagamos pelo aluguel das fazendas, A cada 50 enxames, são cobrados R$ 600 “, diz Duarte.

Na região, existem produtores que migraram até mil colmeias para esses locais. Em novembro, os apicultores terão que retornar às fazendas para trazer os enxames de volta e aguardarem o novo ciclo produtivo. Novamente, precisarão pagar caro pelo transporte

O estado se destaca na produção e na qualidade do mel.  Este ano, o mel orgânico produzido pela Cooperativa Mista dos Apicultores da Microrregião de Simplício Mendes (COMAPI) foi um dos poucos produtos brasileiros selecionados para participar da Biofach, a principal feita comercial de alimentos orgânicos do mundo que aconteceu de 26 a 29 de julho, em Nuremberg, Alemanha, com mais de 3.700 expositores do mundo inteiro. 

O Piauí é o 3º produtor de mel do país e as cidades de São Raimundo Nonato e Picos estão entre as dez maiores produtoras . A produção é feita por pequenos apicultores reunidos em cooperativas . Cerca de 15 mil famílias vivem exclusivamente da produção de mel no estado.

meionorte

Facebook
Twitter
Horóscopo
Eventos