09/May/2021
Domingo - 09 de Maio de 2021
(89) 9 9417-4175
(89) 9 9417-4175

Saúde

Jaicós e outros nove municípios do Piauí irão contar com serviços de alta tecnologia

Por: Roberto - 13/04/2021

PPN-IMG-75773d0405944504f0ef.jpg

Conectividade digital com alta tecnologia,  serviços de saneamento, energia solar, iluminação pública e resíduos sólidos farão parte do cotidiano de  dez municípios do Piauí. Esses serviços poderão estar presentes em Barras, Angical, Buriti dos Montes, Campinas, Castelo do Piauí, Itainópolis, Jaicós, Miguel Alves e São João do Piauí e Floriano.

Os prefeitos dos  municípios de Barras, Angical, Buriti dos Montes, Campinas, Castelo do Piauí, Itainópolis, Jaicós, Miguel Alves e São João do Piauí e Floriano assinarão, nesta segunda-feira (5), acordos de cooperação técnica com a Superintendência de Parcerias e Concessões do Governo do Estado e o Grupo IPCG para os estudos e projetos estratégicos dentro do Programa Cidades Inteligentes.

A assinatura dos acordos de  cooperação técnica será feita, às 11h, no auditorio da Secretaria Estadual de Administração e Previdência, no Centro Administrativo, no bairro São Pedro, na zona Norte de Teresina.

A superintendente de Parcerias e Concessões, Viviane Moura, disse que o Piaui é o primeiro estado do Brasil a desenvolver uma PPP municipal para atrair  recursos para conectividade dos serviços públicos de cidades de menor porte. “Com a pandemia da Covid-19 e a crise econômica que acarretou, a situação fiscal de muitos municípios está fragilizada. As PPPs são alternativas viáveis para conseguir investimentos em infraestrutura, contribuindo com desenvolvimento econômico e social das cidades piauienses. São mais de 200 mil pessoas que residem nesses 10 municípios e serão beneficiadas como resultado dessa primeira etapa”, disse  Viviane Moura.

Viviane Moura. Crédito: Comunicação Suparc-PI.

Viviane Moura. Crédito: Comunicação Suparc-PI.

O diretor-presidente do Grupo IPGC, Leonardo Santos, com o Programa Cidades Inteligentes os municípios do Piauí podem  atingir não apenas a eficácia, mas também a eficiência na execução dos serviços. “A grande diferença das PPPs de Cidades Inteligentes é que são gastos que os municípios já têm, como iluminação pública, por exemplo. E o nosso desafio com esse programa é ofertar parcerias para utilizar melhor esses recursos disponíveis, ampliando serviços”, disse  Leonardo Santos.

FONTE: Meio Norte

Facebook
Twitter
Horóscopo
Eventos